Get Adobe Flash player
Home VIVER MELHOR Saúde Entenda a diferença entre inflamação e infecção

Entenda a diferença entre inflamação e infecção

Você sabia que inflamação e infecção são coisas diferentes? Sabia que inflamar não é um processo tão ruim quanto se pensa? Tire suas dúvidas.

Qual a primeira coisa que você faz depois que aqueles amigos bagunceiros, foram embora e deixaram para trás os restos da festa do dia anterior? Uma faxina, estou certo? Pois então, é mais ou menos assim que funciona a inflamação.

As células formam tecidos e estes forma os órgãos. Para o bom funcionamento do organismo, é necessário que tudo esteja organizado e “limpo” e é esta a função das células inflamatória – manter tudo em seu devido lugar e “avisar” o organismo caso algo saia fora do esperado.

A INFLAMAÇÃO é um fenômeno complexo desencadeado pela lesão celular, independente de sua origem (pode ser química – produtos químicos como, por exemplo, os ácidos; física – lesões como o trauma; imunológica – como no Lúpus, ou infecciosa). Quando você toma sol, os raios atingem sua pele e inevitavelmente acontece lesão e morte celular devido a ação físico-química dos raios solares – calma, isso é algo completamente normal e acontece o tempo todo no nosso corpo; o que varia a intensidade da inflamação são a intensidade e tempo de exposição ao agente agressor.

Quando fica mais tempo do que deveria ao sol, sem filtro solar, acabará com a pele vermelha e ardente – saiba que estes são os sinais clássicos da inflamação (dor, rubor, calor e tumefação). As células que foram lesadas e mortas pela exposição ao sol precisam ser substituídas por células novas, com função preservada, mas antes disso é necessário que haja a limpeza da área para que essas novas células possam se estabelecer.

Ao serem lesadas, as células fixas no tecido liberam diversos mediadores químicos que servirão de sinais para outras células, que estão circulantes no organismo e acabam sendo atraídas no local da inflamação, onde liberarão enzimas que irão degradar as células lesadas e ainda liberarão mais mediadores inflamatórios, que por sua vez atrairão mais células para o local da lesão. Quando o estímulo agressor cessar, a inflamação também cessará após destruir e/ou isolar tanto o tecido lesado como o agente causador da lesão, para que ocorra a reparação tecidual e seja garantida a homeostasia.

Quando a lesão é provocada por um agente secundário, que pode ser fungos, vírus, bactéria ou protozoário, que agride o organismo através da liberação de toxinas, por lesão física ou mecanismo de replicação, chamamos de INFECÇÃO. Nesse caso as células inflamatórias também serão recrutadas, uma vez que, se terá lesão tecidual, e além de “limparem” a área tecidual, também atuarão na tentativa de isolar e destruir o agente infeccioso e participarão de uma resposta imunológica, para proteger nosso organismo.

É de extrema importância que os conceitos de inflamação e infecção fiquem claros como fenômenos que podem coexistir e se completar e não como acontecimentos antagônicos.

Fonte: Mundo das Tribos

VALÉRIA & VOCÊ

Valéria & Você!


Valéria de Fátima é intensa, de bem com a vida, antenada, amiga e imparcial. Este blog é nosso, mulheres e homens que se enveredam por muitos caminhos, pois sabem que são especiais.


Sejam todos bem vindos!


Boa leitura.

Curta a página

@Tweets

Informação

A categoria Saúde do blog Valéria&Você, é um espaço informativo sobre os temas relacionados à saúde, não é um substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

Publicidade

Publicidades

Academia K1